Maringá: símbolo da fraternidade, solidariedade e amor
Muito bom! Deixemos a população caminhar pela cidade. Vamos oportunizar as coisas simples, o cotidiano, o andar a pé, dar bom dia, boa noite. Vamos recuperar uma Maringá, que guarda o sagrado perfume da simplicidade de nossos antepassados de outrora. E que avança rumo ao desenvolvimento sustentável e justiça social; mas que prioriza integralmente sua gente, em sua essência! De que adianta, ruas belas e bem cuidadas, a cidade linda, se não podemos contemplá-las, vivenciá-las, compartilhá-las com nossos entes, amigos, visitantes e moradores? A Maringá encantada não deve ser só um mote de Natal, mas uma política permanente o ano todo, com um olhar atento às singularidades, sobretudo, daqueles que, por um motivo ou outro, ficaram alijados da convivência social. Vamos pensar e colocar de fato, em prática, uma construção de cidade, que possa coroar, celebrar a vida em todas as suas múltiplas ramificações. E para a realização desse projeto, dessa revolução, dessa transformação permanente, é preciso o comprometimento de todos: sociedade organizada, cidadãos, cidadãs, imprensa, políticos, religiosos, trabalhadores, empresários... A vida é uma experiência muito rápida, a única certeza que temos é a morte! Vamos então, deixar um rastro de poesia, de alegria, de bondade, de amor ao próximo, em nossa passagem por este planeta! Que as nossas diferenças sirvam para o nosso enriquecimento pessoal e coletivo. Façamos de Maringá, a Cidade Canção, a cidade verde, símbolo da fraternidade, da solidariedade e do infinito amor. Nós podemos! Nós estamos predestinados para essa missão: soprar, cantar o amor, a arte a todos os cantos do País e a todos os corações que pulsam... Feliz natal a todos de O Diário, um fraterno ano que se inicia... e obrigado por tudo... Saúde e prosperidade a todos... O Diário é e continuará sendo a imprensa escrita mais querida e saudada por nós maringaenses... "Trecho da Tiradentes vai virar 'calçadão'", página A3, 4/12/2018.
Newdemar Souza, via Faceboo

Trecho interditado 1
Bacana, reclamam do trânsito de Maringá mas esquecem que pedestres fazem parte do trânsito também. Só vão fechar esse trecho pois muitos deles atravessam fora da faixa. Qual a dificuldade? Aí por causa de pedestre que não cumpre com seu dever, o trânsito fica todo comprometido. Dia de semana ok mas e sexta, sábado e domingo? Ontem estava complicado o trânsito desde a Avenida São Paulo até a Tiradentes. Tudo travado.
Renan Rosset de Biaggi, via Facebook

Trecho interditado 2
É uma boa ideia. Muito perigoso misturar carro com pedestres, ainda mais agora com nossa Maringá Encantada. Todos querem ver, curtir, se divertir, sem se preocupar com os carros! Parabéns prefeitura pela iniciativa!
Cris Carreira, via Facebook

Trecho interditado 3
Concordo! Não existem comércios e nem residências nesse trecho. Deixa o povo caminhar à vontade. Ainda mais depois das 20h. Nesse horário só têm carros desfilando.
Tuca Maia Grego, via Facebook

Trecho interditado 4
Parabéns pela iniciativa! Principalmente da segurança de nossos filhos com a pulseira!
Sandra Prates, via Facebook

Trecho interditado 5
Poderia ser na Rua Santos Dumont para fomentar o comércio! Aglomeração popular com propósito apenas de promover a prefeitura!?? #maringaencantada. Ao menos cuidem da limpeza do local, durante o dia só vemos lixos espalhados pelas praças.
Jaqueline Michelato, via Facebook

Trecho interditado 6
As pessoas só sabem reclamar! Por que não fazem algo de melhor?! Que vida, hein? Sejam mais gratos, é época de Natal! Aprendam a ser humanos e não apenas meros mortais!
Jessica Serconek, via Facebook

Trecho interditado 7
Estão tirando o direito de ir e vir das pessoas que frequentam a Catedral e atrapalhando as pessoas idosas e com deficiência de chegar à igreja!
Vera Fusinato, via Facebook

Participe e comente