Pedro Santos é natural de Guanambi e há quase 30 anos vivencia a arte de ser luthier em sua terra natal, já fez instrumentos para nomes como Armandinho Macêdo, Anderson Cunha, Ronaldo do Bandolim, Ailton Reiner, Dudu Maia, Flavien Soyer, Kiko Loureiro, entre outros. Desde março de 2017 vem se dedicando à gravação e finalização do disco "No Som das Cordas", que será lançado no dia 27 de abril (sexta-feira), às 19h30, no Memorial Casa de Dona Dedé, na Rua Manoel Vitorino, em Guanambi-BA. Entrada gratuita.

O som das cordas de um instrumento musical é uma paixão compartilhada por Pedro Santos tanto no seu trabalho como mestre luthier de instrumentos ornamentais, como na sua carreira como compositor e músico violeiro. Por isso a escolha deste nome para o disco envolvente que transborda uma estética musical íntima ao dedilhar do violeiro. O fascínio visual da madeira, sua forma, faz do luthier um mestre em desenvolver instrumentos únicos, que respondam a expressão musical do artista. Nesta obra musical Pedro Santos ocupa ambos os lugares, o de luthier e o de músico.

O trabalho como compositor também cresceu, e Pedro tem a oportunidade de transformar todo o rico material de composições em um disco solo, que registra toda a diversidade sonora dos diferentes tipos de viola, violões, bandolins, cavaquinhos, mascados pela sonoridade do som das cordas.

Com produção musical de Anderson Cunha, o disco foi gravado no Estúdio Attitude, em Salvador e tem 10 faixas, com composições autorais de Pedro Santos, acompanhado de quatro músicos, o violeiro contou várias participações. ///Dino


Participe e comente