Não é de hoje que os bares são o ponto de encontro de casais que saem juntos para comer, beber e se divertir. Mas, no caso do Boteco do Neco, essa questão vai muito além. O boteco gastronômico não só recebe casais em suas dependências, como também tem vários deles trabalhando em seu espaço.

Não se sabe ao certo se é "algo na água" ou nas diversas opções de pratos servidos ali. O que se sabe, com toda a certeza, é que o amor é o ingrediente principal no cardápio desse boteco. Prova disso pode ser encontrada ali mesmo, no coração do estabelecimento - a cozinha. Lá trabalha a chefe Ana Paula Segatto, 36, que há quatro anos conheceu o garçom Marcos Vinícius Ramos, 34, com quem se relaciona até hoje e tem um filho. O pequeno Enrico, aliás, veio para selar a união num dia bem propício. Ele completa seu 1º aninho de vida neste dia 12 de junho - Dia dos Namorados.

"Eu nem ia muito com a cara dele (risos), mas começamos a conversar e quando vimos, estávamos juntos. Ele saiu do bar e passou quase um ano morando fora, mas o namoro continuou. Quando ele voltou há cerca de 3 anos, fomos morar juntos e no ano passado nasceu o Enrico", conta Ana Paula.

"Eu fui para longe, com perspectiva de desenvolvimento profissional. Não deu certo e eu voltei para cá. Acho que foi um sinal do destino me dizendo que eu devia ficar pertinho dela. E tudo aconteceu naturalmente, voltei a trabalhar no bar, e a cada dia um objeto dela ficava em casa - uma escova de dentes, uma blusa, até que um dia quem ficou foi ela (risos) e estamos juntos até hoje, agora com o nosso pequeno", conta Marcos, com ar apaixonado.

E eles não foram os únicos a se apaixonarem por ali. O casal Débora Barczsz, 31 e Lucas Vieira, 21 também se conheceu no boteco e esta junto há sete meses. "Sou garçonete na casa há três anos. O Lucas chegou há uns dez meses e trabalha como bartender. No começo, confesso que eu nem notava ele (risos), mas ele já me olhava e eu ainda não tinha percebido. Um dia dei a ele uma tampinha de garrafa, na brincadeira e ele guardou na carteira. Achei estranho, mas fofo. Depois dei à ele um chocolate e ele se derreteu de vez. Começamos a conversar mais, a sair juntos e estamos namorando desde então", conta ela que garante que o segredo para namorar um colega de trabalho é saber ser discreto e manter uma postura de respeito.

Para a empresária, Déborah Mariani, 50, proprietária do Boteco do Neco, mesmo não sendo uma atitude apreciada pelos patrões, não há como evitar essas "coisas do coração". "Não há o que fazer, isso acontece a gente querendo ou não. Normalmente começa escondido, mas não demora muito até que todos saibam. No caso da Ana e do Marcos, por exemplo, fui pega de surpresa. Mas hoje morro de amores pelo Enrico, ele é como se fosse um netinho que ganhei por meio da "família Boteco do Neco", brinca.

"Costumo dizer que aqui é o bar do amor, casais se formam de todos os lados. Se conhecem aqui trabalhando, visitando, etc. Fizemos um casamento todinho temático para dois clientes que saíram juntos pela primeira vez, para irem ao boteco, depois se casaram e estão juntos até hoje", relembra.

O casal a qual Déborah se refere é formado pela empresária, Heloísa Orlandini Jordão, 35 e seu marido, o servidor público Mário Ricardo Lacerda, 36. "Lembro que o primeiro lugar onde fomos juntos foi O Boteco do Neco. Era dia 14 de abril de 2014 - inauguração do bar - e ficamos encantados com a comida e o atendimento. O tempo passou, decidimos nos casar e não tivemos dúvida, o boteco tinha que fazer parte deste momento. Entramos em contato com a dona e fizemos o pedido. A empresa topou realizar o nosso sonho e no dia 4 de junho de 2016 nos casamos ao melhor estilo boteco. Com direito as comidas, bebidas, decoração e até ao chefe e aos garçons do local para compor a nossa festa. Foi marcante e os convidados até hoje nos perguntam quando vamos nos casar de novo", brinca.


AMOR ALÉM DO BOTECO. O garçom Marcos Ramos e a chefe de cozinha Ana Paula Segatto, juntos há quatro anos. — JOÃO PAULO SANTOS

Participe e comente