O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) está com bons prêmio e uma importante novidade para os projetos cinematográficos para este segundo semestre. A seleção deste ano contempla, pela primeira vez, uma vaga para filmes dirigidos por mulheres cisgêneros/transexuais/travestis, pessoas negras (preta ou parda, conforme classificação do IBGE) ou indígenas na categoria Ficção – Grupo II.

Os prêmios deverão atingir até R$ 15 milhões podendo aumentar ainda mais o interesse dos produtores em participar. Além de 5 projetos de curta de Animação, o concurso premiará até 17 projetos cinematográficos no formato longa-metragem, nos gêneros Ficção, Animação e Documentário, totalizando R$ 15 milhões em recursos não reembolsáveis. As inscrições vão até o dia 15.08.2018.

Mais novidade: A Justiça Federal determinou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) adapte os padrões de editais, contratos e quaisquer outros instrumentos para que todas as cópias de produções audiovisuais que financia ou patrocina, destinadas ao mercado nacional, contemplem legendas fechadas descritivas (closed caption) em língua portuguesa. A sentença é do juiz federal Djalma Moreira Gomes, da 25ª Vara Federal Cível de São Paulo/SP.

Participe e comente