O Brasil possui um alto nível de insatisfeitos com a carreira: taxa de descontentes é de 46% para os homens e é ainda maior entre as mulheres, chegando a 49%. Isso é o que diz um levantamento realizado pela Elancers, empresa especializada em Gestão e Recrutamento. Mas ao contrário do que muitos pensam, a principal queixa não é a remuneração, mas sim a falta de reconhecimento profissional.

Para driblar esse cenário, os líderes têm como alternativa adotar as campanhas de reconhecimento ou premiação por desempenho, datas comemorativas, retenção de talentos e tempo de empresa que são uma ótima forma de demonstrar como a empresa valoriza os colaboradores.


Participe e comente