Equipe não estará na competição por não pagar taxa de R$ 50 mil à Confederação Brasileira de Futebol de Salão
Diretoria diz que faltou incentivo do poder público e de empresários maringaenses

O Ciagym Maringá está oficialmente fora da Liga Nacional de Futsal 2014. O time, que utilizaria a franquia da Unisul, de Tubarão (SC), não conseguiu recursos para o pagamento de uma taxa no valor de R$ 50 mil da Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS), necessária para assegurar a sua participação na competição.

O técnico da equipe, Adolpho Amorim, afirmou que o Ciagym deveria ter feito o depósito até a última quinta-feira. Em reunião realizada em Erechim (RS), na sexta-feira, com representantes dos participantes da liga, a ausência do clube de Maringá e o pedido de licença da Unisul por um ano foram confirmadas.

"Nossa franquia na Liga passada era da Super Bolla. Como nos inscrevemos com uma nova franquia, o pagamento dessa taxa é uma exigência da confederação ", explicou.

O treinador ressaltou, ainda, que a diretoria não economizou esforços para que a verba fosse viabilizada. "Passamos as últimas semanas entrando incessantemente em contato com o poder público e privado, mas, não tivemos sucesso na aquisição de investimentos."

Desde o começo da temporada o Ciagym vem acumulando problemas financeiros. Sem patrocinadores, o time admite que está com salários de jogadores atrasados e ainda tem pendências com a Federação paranaense de Futebol de Salão. "As mudanças na Lei de Incentivo ao Esporte também nos pegaram de surpresa. Além da redução do valor da bolsa por atleta de R$ 2.500 para R$ 1.250, o projeto demorou para entrar em vigor e somente no mês de maio é que o repasse chegará até o nosso time", completou o treinador.

Segundo Amorim, além do valor para a CBFS, deveriam ser destinados R$ 100 mil à Unisul, dona da franquia utilizada pela equipe maringaense, valor este que posteriormente foi renegociado para R$ 50 mil.

"A Unisul foi muito honesta conosco, entendeu a nossa situação e fez de tudo para nos ajudar. Agora precisamos levantar a cabeça e seguir em frente. Antes do treino de segunda-feira expliquei a situação aos jogadores. É um problema, pois muitos acertaram com o time porque sabiam que jogariam a Liga Nacional".

O Ciagym iria estrear na Liga Nacional contra o Brasil Kirin, equipe liderada pelo craque Falcão, no dia 26 de junho. Pela Série Ouro do Paranaense, o representante de Maringá volta às quadras na sexta-feira, quando visita o Paranavaí, no Ginásio Antônio Lacerda Braga, às 20h30.

Com a desistência de jogar a liga, resta ao clube terminar a participação no Estadual e defender sua cidade nos Jogos Abertos do Paraná.

Os comandados de Amorim fazem hoje de manhã atividades na academia e à tarde treinam no Ginásio Chico Neto.

ESFORÇOS. Técnico Adolpho Amorin diz que diretoria fez o possível. —FOTO: RAFAEL SILVA

Participe e comente