O técnico Dorival Junior comandou o São Paulo nesta quarta-feira no último treinamento antes do duelo contra o CSA, em Maceió, pela segunda fase da Copa do Brasil, e manteve o time titular que vinha trabalhando, mesmo com dois reforços de peso, que ficarão no banco de reservas como opção para entrar na partida: o zagueiro equatoriano Arboleda e o meia Valdívia.

A equipe titular que treinou foi: Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Reinaldo; Jucilei, Hudson, Marcos Guilherme, Nenê e Cueva; Diego Souza. Mas eles terão como sombra o defensor equatoriano, considerado titular e que está voltando de lesão, e o meio-campista que estava no Atlético Mineiro e ainda não estreou no novo clube.

"Fiquei triste ao sofrer a lesão, mas isso já passou e estou contente com o retorno. Vou me entregar ao máximo para ajudar os meus companheiros porque queremos títulos para o São Paulo em 2018. Estou pronto para trabalhar forte novamente em busca de um espaço na equipe porque o momento defensivo do time é muito bom e isso elevará a disputa por uma vaga", explicou Arboleda, ao site oficial do clube.

O jogador teve um estiramento no músculo anterior da coxa direita e ainda não jogou neste ano pelo São Paulo. Vinha fazendo tratamento e se recuperando. Agora, quer retomar o seu espaço e a tendência é que volte ao time em breve para formar dupla com Rodrigo Caio - as opções mais utilizadas por Dorival Junior em 2018 para jogar ao lado de Rodrigo Caio foram Bruno Alves e Anderson Martins.

Quem também aguarda uma chance é Valdívia, que está emprestado até o final do ano. "Treinei forte e estou preparado. Se tiver a oportunidade, espero fazer uma boa estreia para ajudar os meus companheiros em busca da classificação. Será um jogo decisivo, mas já enfrentei partidas assim e estou pronto. Estamos focados para brigar pela vaga", comentou o jogador.

Participe e comente