América-MG e Chapecoense continuam na mesma na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Os dois se enfrentaram nesta quarta-feira no estádio Independência, em Belo Horizonte, e não saíram de um empate sem gols, em confronto direto pela 12.ª rodada, a última antes da paralisação para a Copa do Mundo na Rússia.

Com resultado, ambos ficam com 14 pontos em posição intermediária, mas o time mineiro, agora sem vencer há três jogos, fica na frente dos catarinenses por ter uma vitória a mais (4 a 3). Os dois clubes passarão o período da Copa do Mundo fora da zona de rebaixamento.

Os primeiros 15 minutos de jogo foram de domínio mineiro, que conseguiu trocar passes no campo de ataque e assustou o adversário, apesar da falta de pontaria na hora da finalização. A única defesa difícil feita pelo goleiro Jandrei ocorreu aos 23 minutos, após chute de Judivan, que ainda rendeu um rebote desperdiçado por Ademir.

A Chapecoense se organizou melhor ofensivamente a partir do momento em que Wellington Paulista passou a se apresentar mais para o jogo. O centroavante criou as melhores chances dos visitantes e obrigou o goleiro Jori a fazer uma grande defesa aos 34 minutos, mas parou por aí. Assim, o jogo foi para o intervalo com o 0 a 0 no placar.

No segundo tempo, o time catarinense voltou mais ligado e com uma postura ofensiva, ainda que as jogadas continuassem concentradas em Wellington Paulista. Então, Bruno Silva entrou no lugar de Canteros e passou a dividir a responsabilidade no ataque. Ele deu outro ritmo ao jogo com muita velocidade e criou duas grandes oportunidades em jogadas de contra-ataque.

Os donos da casa tentaram algumas jogadas ofensivas, na base da ansiedade, e erraram muito. A Chapecoense continuou melhor até o final, mas mostrou cansaço e se contentou com o empate fora de casa.

Com a paralisação para a Copa do Mundo, o Brasileirão será retomado apenas no dia 18 de julho, mas América-MG e Chapecoense voltam a jogar apenas no dia 19, às 19h30. O time mineiro vai ao estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, para fazer o clássico contra o Cruzeiro, enquanto que a Chapecoense recebe o Bahia na Arena Condá, em Chapecó (SC).

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 0 x 0 CHAPECOENSE

AMÉRICA-MG - Jori; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Gerson Magrão; Leandro Donizete, Juninho, Serginho e Ademir (Marquinhos); Aylon (Rui) e Judivan (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

CHAPECOENSE - Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Doulgas e Bruno Pacheco; Elicarlos, Luiz Antônio (Amaral), Márcio Araújo e Canteros (Bruno Silva); Wellington Paulista e Leandro Pereira (Vinícius). Técnico: Gilson Kleina.

CARTÕES AMARELOS - Gerson Magrão, Messias, Rafael Moura, Marquinhos e Leandro Donizete (América-MG).

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Júnior (PR).

RENDA - R$ 37.439,00.

PÚBLICO - 4.984 pagantes.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Participe e comente