No dia 14 de dezembro, sexta-feira, acontece o Japan-Brazil Medical Collaboration Project, das 8h30 às 13h, na USP - Universidade de São Paulo, prédio da Reitoria e Administração Central (Rua da Reitoria, 374), com o objetivo de comemorar o encerramento da primeira fase do Programa de Telerradiologia, promovido pela Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA), Universidade de São Paulo e Fujifilm, com a participação das instituições nikkeis Hospital Santa Cruz e Hospital Amazônia. O evento destaca os bons resultados obtidos nos encontros online mensais realizados a partir da tecnologia Synapse PACS da Fujifilm, que durante um ano e meio reuniu médicos dos hospitais participantes para a troca de informações e conhecimento na área a partir da análise de casos de difícil diagnóstico.

Durante o Japan-Brazil Medical Collaboration Project, acontece também a 18ª edição do Programa de Telerradiologia com demonstrações de exames radiológicos mais complexos pelos hospitais que integram o programa, além de apresentações das autoridades japonesas, apoiadores e também da Fujifilm.

Para o Dr. Julio Yamano, diretor técnico do Hospital Santa Cruz e responsável pelas reuniões de telerradiologia no HSC, desde o início do programa o HSC se beneficiou com o uso do sistema Synapse tanto nos encontros online quanto na adoção no dia a dia das atividades de diagnóstico médico do Hospital. "Estamos orgulhosos de ter participado como um dos pioneiros do programa e satisfeitos com os resultados e eficácia desse modelo de conferência online, possibilitada pela tecnologia de ponta da Fujifilm e o apoio da JICA. Tivemos também a oportunidade de constatar a eficiência do sistema Synapse nas atividades diárias do HSC, como importante ferramenta tecnológica que integra todos os tipos de diagnóstico por imagem - endoscopia, ecocardiograma, estudo hemodinâmico, cerebral e estudo vascular periférico - em formato digital, que permite acesso imediato a essas imagens em qualquer área do Hospital. Com isso, conseguimos melhorar a análise e o tratamento dos pacientes, diminuindo o tempo de busca dos exames e intensificando a troca de informações entre os médicos", destaca.

Durante os 17 encontros de Telerradiologia, foram apresentados e debatidos mais de 150 casos em profundidade, proporcionando a demonstração das habilidades de análise e argumentação dos médicos presentes. "Sem dúvida, o papel da tecnologia de diagnóstico por imagem para a prevenção, tratamento e acompanhamento de problemas de saúde são imprescindíveis. Esses encontros permitiram a construção de relacionamentos com médicos de outros hospitais, importante para fortalecer e ampliar o conhecimento na área", complementa Dr. Yamano.

Website: http://www.hospitalsantacruz.com.br

Participe e comente