O mercado de caminhões vai crescer pelo menos dois dígitos em 2019, afirmou nesta quarta-feira o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, que não quis revelar a projeção exata da empresa. A expansão, no entanto, será menor que a deste ano, que caminha para terminar com alta de cerca de 50% - até novembro o crescimento é de 49%. Antes da crise econômica, a frota de caminhões costumava ter uma média de dois a três anos. Agora, é de cinco anos.

Participe e comente