Policiais da Divisão de Homicídios do Rio estão nas ruas desde o início da manhã desta quinta-feira, 13, tentando cumprir 15 mandados de prisão e de busca e apreensão relacionados à morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista, Anderson Gomes. Ambos forma mortos a tiros em março deste ano.

As buscas acontecem em vários pontos da capital fluminense e nas cidades de Nova Iguaçu, Angra dos Reis, Petrópolis e Juiz de Fora, esta última em Minas Gerais. De acordo com a TV Globo, os mandados são referentes a um inquérito à parte; mas segundo o delegado Giniton Lages, que coordena as investigações do caso Marielle, eles têm ligação com os assassinatos.

Participe e comente