O pioneiro Silvino Fernandes Dias recebeu, no último sábado, 23, em sua residência, o título de Cidadão Benemérito de Maringá, outorgado pela Câmara Municipal. A entrega, realizada de maneira quase informal, como queria o homenageado, contou com a presença do presidente da Câmara, Walter Guerlles ? autor do Projeto de Lei referente ao título ? e do prefeito José Cláudio, bem como dos demais vereadores, da esposa dona Helena e familiares do laureado, entre os quais os senadores Alvaro e Osmar Dias, filhos de Silvino.

Emocionado e apoiado numa bengala, mas com o semblante saudável, sorridente, Silvino recebeu o diploma de Cidadão Benemérito das mãos dos dois senadores, seus filhos. A quebra no protocolo foi iniciativa do prefeito José Cláudio, com o aval de Guerlles. Ambos fizeram questão de conceder aos dois filhos ilustres de Silvino a honra de homenagear o próprio pai.

EXEMPLO

Os discursos, como a ocasião pedia, foram objetivos, destacando a importância do homenageado no desenvolvimento de Maringá e enaltecendo as virtudes de um homem simples, mas que em todos os momentos soube ser o pai, o administrador e o amigo exemplar. ?É gratificante poder render-lhe esta homenagem, pela figura humana que é, pelos relevantes serviços que o senhor prestou à cidade?, afirmou Guerlles.

?Trata-se de uma homenagem mais do que justa, que significa uma mínima parcela da gratidão que todos devemos ao senhor Silvino pela dedicação, determinação, capacidade de trabalho e pioneirismo que contribuíram para a grandeza de Maringá?, expressou o prefeito José Cláudio.

Na presença dos filhos, genros, noras e netos, parentes e amigos, Silvino também ouviu, em silêncio, uma homenagem prestada pela neta, Roberta Dias Pitarelli. Ela fez a leitura de um texto que registrava a satisfação de toda a família ?por termos a sorte de receber de Deus pais tão abençoados, e de hoje podermos compartilhar com eles mais um dia de vitória e alegria?, e, continuou Roberta, por um outro motivo especial: ?porque enquanto na sociedade atual os valores exibidos, enalteci-dos e cobiçados são a vaidade, o prazer, a riqueza e o poder, buscados de todas as maneiras, por meio da falsidade, corrupção, roubo, violência física e moral, vemos uma parcela da classe política homenagear um cidadão de 91 anos de idade que já não tem o menor interesse nessas coisas?.

SAGA

O currículo de Silvino, lido pela vereadora Edith Dias, também registrou a saga do patriarca, que, casado com dona Helena Fregadolli Dias, teve nove filhos: Orlando, Sylvio, Adhemar, José, Alvaro, Hélio, Paulo, Osmar e Terezinha.

Do currículo, sobressaíram trechos como este: ?Paulista de Taquaritinga, Silvino veio para Maringá em 1938, comprou uma área de terras da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná (CMNP) para a formação de fazendas e ingressou na história do pioneirismo maringaense, com a coragem dos grandes desbravadores e o otimismo dos que souberam, desde aquela época, adivinhar o extraordinário progresso que iria logo acontecer neste pedaço prodigioso do Brasil?.

Os senadores Alvaro e Osmar, bem como seu irmão Orlando, entre outros familiares do homenageado, transmitiram aos vereadores, em especial ao presidente da Câmara, Walter Guerlles, autor da homenagem, a gratidão da família Dias diante do significativo tributo de carinho, de respeito e de admiração com que Maringá presenteou o ilustre filho Silvino. ?Somos gratos e estamos felizes com essa homenagem prestada ao nosso pai?, testemunharam.

Participe e comente