Os atletas quenianos lideraram mais uma vez a Prova Rústica Tiradentes, realizada nesta terça-feira (21) em Maringá. Ao todo seis corredores do país disputaram a competição que reuniu mais de 3 mil atletas na prova principal. O primeiro colocado na categoria masculina, Biwott Stanley Kipleting, 23, disse que a prova foi difícil. ¿Esta é a terceira vez que corro nesta prova que é realmente muito competitiva. Espero voltar mais vezes em Maringá para participar da Rústica Tiradentes¿, comenta o queniano.

Já para a primeira colocada da categoria feminina, a queniana Eunice Jepkirui Kirwa, a prova foi fácil. ¿Esta é a segunda vez consecutiva que venço a prova e já esperava esta classificação¿, declara a atleta que treina cerca de duas horas por dia.

De acordo com o técnico da equipe de quenianos, Moacir Marconi, o Coquinho, a Tiradentes é a melhor prova do Paraná. ¿No início do ano os atletas de ponta já começam a se preparar para essa corrida, que é uma das mais competitivas do Brasil e de grande visibilidade¿, afirmou.

Coquinho trouxe seis atletas para a Prova Tiradentes, três em cada categoria, e conquistou dois primeiros lugares, dois segundos, um terceiro e um quinto. ¿A corrida é muito organizada e priorizamos o dia 21 de abril para estarmos em Maringá todos os anos¿, confessou.

O prefeito Silvio Barros disse que por estar entre os principais eventos do atletismo brasileiro, a Prova Tiradentes é também uma vitrine para Maringá, atraindo atletas de nível para a cidade. ¿Além disso é um incentivo para a prática da atividade física, que está dentro das propostas do programa Maringá Saudável¿, ressaltou. Para Silvio Barros o número de atletas inscritos a cada ano em todas as categorias mostra o sucesso da Prova Tiradentes.

Público

A prova foi acompanhada por um público numeroso e entusiasmado que não viam a hora de seus familiares que estavam na disputa apontar a linha de chegada. O maringaense Fernando Alex Fernandes de 25 anos, chegou em quarto lugar, representando todos os competidores de Maringá. ¿Estou muito feliz. É um orgulho colocar Maringá no pódio. Essa foi uma prova de superação, pois sou um atleta de pista e não de rua. Resolvi disputar a Rústica em cima da hora e por isso não tive muito tempo para me preparar¿, comemorou o atleta que corre há mais de 13 anos e destacou que sua base foi Maringá.

A secretária de Esporte e Lazer, Edith Dias, agradeceu os parceiros envolvidos no evento e a equipe da secretaria. ¿Sem essas pessoas a Rústica Tiradentes não seria mais uma vez o sucesso que foi. Essa é uma grande festa nacional e internacional do atletismo¿, destacou Edith.Ela fez um agradecimento especial ao prefeito Silvio Barros. ¿Agradeço a confiança que ele depositou em nossa equipe. Dentro do possível, ele não mediu esforço para que mais um ano a Rústica fosse coroada de êxitos. Muito obrigada também aos nossos atletas pois sem eles esta festa não seria possível¿, finalizou a secretária.

Superação
O corretor de imóveis Sidney Luis de Oliveira, de 63 anos, participou da prova e incentiva todos a praticarem a modalidade esportiva. ¿Já participo da Rústica Tiradentes há três anos e recomendo a todos. Depois que comecei a correr, parei de fumar e beber e são inúmeros os benefícios que esta prática esportiva traz para a saúde¿, declara Oliveira, elogiando a organização do evento. ¿Sou de Londrina e já participei de outras provas lá que não contam com uma estrutura tão bem organizada quanto esta. A Prefeitura está de parabéns pelo trabalho.¿

A atleta Marisa da Silva Cruz, 65 anos, de Curitiba, participou pelo quarto ano da Prova Tiradentes, e elogiou a organização da competição. ¿Todos os anos treino muito para correr em Maringá e convoco o pessoal que corre com a gente porque aqui o circuito é muito bom, muito bonito¿, garantiu.

No período da manhã a prova reuniu 1.364 atletas em diversas categorias. Desses atletas a maioria estava acompanhada por familiares, que fazem da prova Rústica Tiradentes um grande espetáculo.

Apoio
Para repetir o sucesso de todos os anos, mais de 600 pessoas estiveram envolvidas na organização da Rústica Tiradentes, entre estagiários da Faculdade Uningá, Universidade Estadual de Maringá ¿ UEM, Centro Universitário de Maringá ¿ Cesumar, professores de Educação Física dos centros esportivos e equipe de coordenação da Secretaria de Esporte e Lazer, Secretaria de Saúde, Secretaria de Transportes ¿ Setran, Corpo de Bombeiros, 4º Batalhão, Polícia Militar, Guarda Municipal e Tiro de Guerra.

De acordo com o médico Mauricio Chaves Júnior, que coordenou os trabalhos da Unimed Maringá durante a prova, a participação da empresa mais um ano foi superada. ¿Há vários anos nos colocamos a disposição dessa prova que é uma das mais conceituadas do Brasil. Mostramos uma estrutura de um mini-hospital, com três equipes e uma Unidade Móvel, para dar suporte ao atletas que necessitaram de atendimento. No período da manhã a prova foi tranquila, apesar do esforço dos pequenos que muitas vezes terminam o percurso se sentindo mal. Já as provas principais são mais calmas. A Unimed sempre está preparada¿, frisou Mauricio.

Confira os resultados dos primeiros colocados da categoria principal
Categoria Masculina
1º - Biwott Stanley Kipleting ¿ 29' 18''
2º - Mark Korir - 30'
3º - Gilberto Silvestre Lopes ¿ 30' 06''
4º - Fernando Alex Fernandes ¿ 30' 21''
5º - Joseph Kiplagat Cheruiyot ¿ 30' 46''

Categoria Feminina
1º ¿ Eunice Jepkirui Kirwa ¿ 32' 45''
2º ¿ Milka Jerotich Kipker ¿ 33' 49''
3º ¿ Anne Cheptanui Bererwe ¿ 34' 18''
4º ¿ Franciele Maria de Oliveira da Silva ¿ 36' 51''
5º ¿ Ilda Alves dos Santos ¿ 37' 19''

 

Participe e comente