Mesmo após ter sido vítima de sabotagem, a maringaense Isis Stocco, 23 anos, brilhou no Miss Beleza Internacional 2015 e ficou entre as dez finalistas no concurso realizado na madrugada desta quinta-feira (5), no Japão. A vencedora foi a Miss Venezuela, Edymar Martinez, seguida pela Miss Honduras, Jennifer Valle, e pela Miss Quênia, Eunice Onyango.

Isis teve um de seus vestidos picotado dias antes do concurso, supostamente pela representante de Cuba, com quem dividia o quarto. "Quando ela [Isis] chegou no quarto encontrou a peça toda rasgada. Tudo indica que foi a Miss Cuba já que só as duas tinham acesso ao quarto", conta Elaine Barrionuevo, organizadora da etapa brasileira do concurso de beleza. 

O vestido foi consertado às pressas por uma costureira contratada pela organização do evento, mas sofreu mudanças em relação ao modelo original, confeccionado especialmente para a participação da maringaense no Miss Beleza Internacional. "Foram tiradas as mangas de pérola. E a peça original era mais justa, valorizava o corpo da Isis", comenta Elaine.

Além do figurino danificado, a Miss Brasil teve o celular e biquínis furtados. O aparelho foi encontrado horas antes do evento dentro do vaso sanitário.

Apesar das sabotagens, Elaine disse que, por mensagem, Isis afirmou estar feliz com a sua participação no concurso de beleza. "Ela está super tranquila, afinal, ficar entre as dez finalistas entre 72 candidatas está ótimo", conta. "A Isis também ficou feliz com a coroação da Miss Venezuela. As duas ficaram super amigas e ela disse que a menina é uma fofa".

A maringaense embarca nesta sexta-feira (6) de volta ao Brasil e deve chegar em Maringá no próximo domingo (8).

 

Reprodução
Depois de reformado, o vestido ficou sem as mangas de pérolas

Participe e comente