A aeronave do Samu Saúde 10 realizou o milésimo resgate. O helicóptero que já fez dois resgates nesta quinta-feira (11) pousou no início da tarde desta quinta-feira, 11, no campo de futebol do brinco da Vila, na Vila Operária. A equipe composta pelo piloto Raphael Chiossi, a enfermeira Erika Rodrigues e o médico Etore Moscardi, foram até Colorado buscar uma gestante que estava passando mal. A paciente foi trazida para o Hospital Santa Casa.

Muitos pacientes tiveram suas vidas salvas com a ajuda do helicóptero do Samu. “Acionamos a aeronave para atender aqueles casos mais graves, que necessitam de uma intervenção do suporte avançado de vida e otimização do tempo-resposta”, disse Mauricio Lemos, médico coordenador-geral de urgências e emergências do Samu Regional.

A aeronave é operada por um comandante, um médico e enfermeiro(a). O helicóptero só opera do nascer ao pôr do sol. Em nenhum caso, houve morte do paciente dentro da aeronave. “E nem vamos ter, porque levamos muito a sério o atendimento”, destaca.

Para o médico Mauricio Lemos, gerenciar um serviço como esse é um grande desafio e, também, motivo de orgulho. “Temos muito orgulho do serviço. A sua consolidação se deve ao bom atendimento, ao atendimento rápido dos pacientes graves e à diminuição da mortalidade. O nosso foco é manter a qualidade do serviço, com treinamento contínuo da equipe para que consigamos manter o padrão."

 

(Colaborou André Almenara)

VIDAS SALVAS. A equipe, composta pelo piloto Raphael Chiossi, a enfermeira Erika Rodrigues e o médito Etore Moscardi, realizou o atendimento de número 1.000. - ANDRÉ ALMENARA

Participe e comente