Maringá ocupa a nona posição na lista de melhores cidades para fazer negócios, conforme estudo recente produzido pela Urban Systems para a revista Exame. No levantamento passado, em 2017 o município aparecia em 15º lugar.

É a segunda cidade paranaense melhor ranqueada - atrás de Curitiba, que manteve a sétima posição. Já Cascavel subiu 17 posições e está em 23º, à frente de Londrina que caiu seis posições e aparece em 40º. A cidade número 1 é Vitória (ES), seguida de São Caetano do Sul (SP) e São Paulo (SP), que caiu duas posições e no ano passado encabeçava a lista.

O estudo faz quatro recortes: Desenvolvimento Econômico, Capital Humano, Desenvolvimento Social e Infraestrutura. No primeiro indicador, Maringá subiu da 36ª posição para 33ª. Também é a segunda melhor do Paraná em Desenvolvimento Econômico, atrás de Toledo (15ª). No topo de ranking está Barueri (SP). Destaque para cidade de Pouso Alegre (MG) que subiu do 100º lugar (em 2017) para o 10º.

Neste indicador são levados em conta o crescimento do valor adicionado do Produto Interno Bruto (PIB) industrial, agrícola e de serviços; PIB per capita; saldo de empregos; informações de comércio exterior (importação e exportação); diversidade econômica e empreendedorismo.

Mão de obra

O único quesito que Maringá caiu no ranking foi Capital Humano. A cidade perdeu cinco posições, passando de 22º para o 27º lugar. Curitiba, a melhor ranqueada do Paraná, também caiu, de sexto para sétimo. O primeiro lugar é ocupado por Vitória, capital do Espírito Santo.

Por ser a mão de obra estratégia fundamental para o sucesso de negócios, não importando o perfil do emprego, é necessário que haja mão de obra qualificada nas cidades. Neste recorte do Ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios foram analisadas questões sociodemográfica, econômicas e do setor de educação, em diferentes níveis de ensino, contrapondo não apenas a oferta do capital humano atual, como também o cenário futuro.

Desenvolvimento social

Neste indicador, Maringá teve o melhor desempenho. Subiu da 34ª posição para 23ª. As 22 cidades que antecedem Maringá na lista são do estado de São Paulo. O município é a primeira do Sul do País. Na sequência vem Curitiba, na 27ª posição.

O ranking de Desenvolvimento Social analisa o reflexo do desenvolvimento de negócios na cidade sobre a população local, medindo indicadores sociodemográficos e econômicos, de educação, de saúde e de segurança.

No total, o estudo traz 310 municípios com mais de 100 mil habitantes, que concentram 56,5% da população, 70,4% do Produto Interno Bruto (PIB), 62,1% das empresas e 72,6% dos empregos formais. Confira aqui a pesquisa completa.

 

(Foto: Divulgação/ PMM)

Participe e comente