O secretário de Obras de Maringá, Marcos Zucoloto, afirmou ao jornal O Diário que as obras dos chamados “viadutos saci” no Contorno Norte deverão ser entregues completos no final de 2019. Ele foi à Câmara de Vereadores de Maringá, na manhã de hoje (8), onde falou por aproximadamente 1h40, sendo questionado por 12 dos 15 vereadores. “As empresas se credenciarão para apresentar um projeto básico, projeto executivo, nota técnica, justificativa da solução técnica e orçamento. Isso que foi pedido pelo Dnit [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes]”, informou Zucoloto.

Será aberta uma nova licitação no final do mês. A partir disso, serão aproximadamente 390 dias até a entrega da obra. Os prazos são os seguintes: - dia 27 de novembro de 2018 - abertura da licitação; - aproximadamente 30 dias para homologação e serviços; - 90 dias para execução dos projetos;- entre 60 e 90 dias para licitação da obra;- 180 dias para a entrega final.

A licitação da obra será pelo menor preço com contratação global, sendo que mais de uma empresa poderá executar a obra formada por sete viadutos distintos. Em torno de R$ 12 milhões – metade do custo previsto - já estavam disponíveis na conta do município e são corrigidos.

Enxugamento

Um dos motivos apontados pelo secretário para os problemas e atrasos foi o enxugamento da equipe da secretaria. Ele comentou que na gestão anterior eram 87 servidores e agora ele trabalha com apenas 49, mas, logo em seguida desconversou. “Temos realmente uma carência de pessoal, mas é uma equipe muito comprometida e técnica que atende todas as demandas”, apontou após sua fala na sessão.

Ele também citou que falta mais divulgação das obras prontas e entregues, que não há só atrasos e problemas em sua secretaria. Os vereadores ainda aproveitaram a visita de Zucoloto e o questionaram sobre inaugurações e obras em escolas, creches, avenidas, campos de futebol, entre outros.

O secretário fez questão de ressaltar que a Secretaria de Obras tem orçamento de R$ 169 milhões para aplicar em 69 obras, sendo que há mais 28 processos de licitação com verba de R$ 165 milhões. Ele assumiu a pasta no início de 2017, no momento em que haviam obras paradas ou com problemas, como o Parque Industrial, corredor de ônibus, terminal intermodal, Avenida João Pereira, entre outros desafios. E que somente em 2018 foram R$ 50 milhões em obras entregues, com 101 ordens de serviço em andamento hoje.

Entre os vereadores que mais questionaram Zucoloto estavam Odair Fogueteiro e Chico Caiana que residem próximos aos viadutos e recebem muitas reclamações dos moradores.

Histórico

O Contorno Norte na BR-376 começou a ser construído em 2008 pela Sanches Tripoloni e foi entregue em 2014. O custo previsto era de R$ 140 milhões, mas foram gastos R$ 412 milhões. A polêmica é sobre seis viadutos que foram entregues somente com uma via, faltando a outra (por isso o apelido de “viadutos saci”) e mais um sétimo viaduto a ser feito na Avenida Américo Belay.

O Dnit recursou um anteprojeto enviado pela prefeitura em junho. Esse projeto foi reaproveitado do que já havia sido apresentado numa licitação em 2016, mas o Dnit mudou procedimentos que pedem novas especificações com critérios mais rígidos hoje. Com isso, novos procedimentos serão feitos.

A Procuradoria Jurídica da prefeitura, após consulta ao Dnit, avaliou que seria melhor revogar a licitação em andamento porque havia muitos problemas. O próprio Marcos Zucoloto foi para Brasília esse ano avaliar a situação.

 

SABATINA. Marcos Zucoloto aceitou o convite dos vereadores e prestou esclarecimentos sobre as obras do Contorno Norte, na sessão desta quinta-feira, 8. - ANDYE IORE

Participe e comente