Nesta sexta-feira, 9, estão sendo realizadas 41 cirurgias de catarata no Hospital São Lourenço, em Mandaguaçu. Essas são as primeiras de um total de 1,8 mil cirurgias que atenderão moradores de Maringá e região. O anúncio de liberação do montante de R$ 1,2 milhão foi feito na manhã de hoje, pelo secretário estadual de Saúde Antônio Carlos Nardi, no auditório da 15ª Regional de Saúde, e contou com a presença de várias lideranças.

“Há cerca de 2 mil pessoas cadastradas na fila de espera (na área de abrangência da 15ª Regional de Saúde, formado 30 municípios da região) e estamos praticamente zerando a fila de cirurgias de catarata, com a intenção de resgatar qualidade de vida, permitindo que essas pessoas enxerguem o mundo de maneira limpa e clara”, comentou Nardi.

De acordo com José Antônio Gargantini, diretor do Hospital São Lourenço, a partir da semana que vem, todas as quintas-feiras serão avaliados 50 pacientes. Já as cirurgias ocorrerão nas sextas-feiras e sábados. O hospital fará uma média de 200 procedimentos por mês, dentro da campanha de Mutirão de Cirurgias Eletivas do Ministério da Saúde. “É uma feliz realização, eu trabalho há 40 anos no hospital e me sinto orgulhoso”, disse Gargantini.

Aparelhos que estavam sem uso no Hospital Universitário (HU) de Maringá foram realocados para o São Lourenço. Além disso, o Lions Clube Internacional fez a doação de recursos para compra de novos equipamentos. “O contrato de comodato será assinado na próxima semana. Essa parceria vem da liberação feita pela governadora Cida Borghetti, que disponibilizou recursos para as cirurgias. Tanto o Lions quanto o hospital disponibilizaram equipamentos para realização delas", afirma Jacira Martins, governadora do distrito LD-6 do Lions Clube.

O deputado federal Ricardo Barros, que também participou da solenidade, comentou sobre essa importante conquista. “Vamos nos tornar uma referência de atendimento na área da saúde. É uma grande alavanca de desenvolvimento econômico para Maringá e toda a região.”

Participe e comente