Já é tradição: todo ano a Câmara de Vereadores de Maringá devolver dinheiro à prefeitura. Esse ano o valor deve ser menor. Isso porque no biênio atual foram investidos R$ 2,5 milhões em situações que não são comuns todos os anos. Foram feitos reformas, adequações, compra de móveis, equipamentos e melhorias na estrutura da Câmara entre 2017 e 2018. "Teve muitos gastos com investimentos que não tivemos nos últimos anos", anuncia o presidente Mario Hossokawa. "Como a reforma do prédio por exigência do Corpo de Bombeiros por questão de segurança".

Somente o projeto e a adequação para melhorar a segurança e prevenção de incêndio foram mais de R$ 1,2 milhão, conforme dados passados pela coordenadora da Divisão de Licitação e Compras, Jaqueline Tortola Ribeiro Sisti. Houve a troca de piso e de divisórias que eram muito inflamáveis.

Também foi trocado o sistema de ar-condicionado que antes era uma central com tubulação para as salas. Agora cada espaço tem seu próprio aparelho. "Gera economia porque quando não tiver ninguém no ambiente, fica desligado. Antes o sistema todo ficava ligado o tempo todo", justifica Hossokawa.

Outras melhorias foram quanto aos móveis e estrutura, já que o prédio foi inaugurado em dezembro de 1994 e, desde então, eram os mesmos materiais e equipamentos. Foram gastos R$ 459,9 mil com móveis, cadeiras, persianas, portões e grades. Os dois últimos ainda serão instalados na lateral externa do prédio do Legislativo. A princípio seriam só pintados, mas como estão velhos e com algumas partes enferrujados, a decisão foi trocar - num investimento de R$ 54,7 mil.

Ou seja, 2019 começa com quase a mesa executiva (integrantes), mas com um prédio bem melhor que no início de 2018.

Cofres

Ainda não está definido quanto será devolvido do orçamento não utilizado em 2018 para a prefeitura. Em janeiro desse ano foi anunciada a devolução para os cofres municipais de R$ 5.358.857, referente ao que sobrou do orçamento de 2017. Esse ano o orçamento do Legislativo foi de R$ 24.789.693,00, menos que os 5% que a Câmara tem direito da receita tributária da cidade, que daria pouco mais de R$ 30 milhões. O orçamento para 2019 deve ser próximo ao desse ano.

Investimentos 2017/ 2018

- Carro Citroën C4 0km - R$ 94,5mil

- Circuito interno de câmeras - R$ 41,8 mil

- PABX - R$ 29,5 mil

- Empresa para concurso público - R$ 536,4 mil

- Reforma do prédio - R$ 1,2 milhão

- Projeto de Plano de Segurança - R$ 13,7 mil

- Móveis - R$ 190 mil

- Portões, grades, automação - R$ 54,7 mil

- Informática e materiais elétricos - R$ 74,7 mil

- Persianas - R$ 24,2mil

- Seguranças - R$ 9,9 mil mensais (o contrato é entre agosto de 2018 até agosto de 2019)

- Cadeiras - R$ 191 mil (pregão ainda não foi feito)

 

OBRAS E MELHORIAS. Câmara de Vereadores de Maringá investiu R$ 2,5 milhões entre 2017 e 2018. - ANDYE IORE

Participe e comente