Maringá conta hoje com uma frota superior a 332 mil veículos, sendo que mais de 120 mil são isentos de recolhimento do Imposto de Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), tributo que tem vencimento a partir de 24 de janeiro. No total o município possui uma frota tributável de 209,2 mil veículos gerando uma arrecadação de R$ 191,4 milhões.
No Paraná são mais de 4,3 milhões de veículos tributados e outros 2,6 milhões não tributados. A expectativa é de que o IPVA lançado para o próximo ano atinja R$ 3,4 bilhões no Estado. Além de veículos com mais de 20 anos de fabricação, são isentos do pagamento do IPVA no Paraná veículos oficiais, taxi, ônibus do transporte urbano, adaptados para deficientes e os destinados ao transporte escolar. A maior parte da frota tem alíquota de 3,5% enquanto ônibus, micro-ônibus, caminhões, veículos de carga, de aluguel e que usam GNV pagam 1%.
Este ano a data de vencimento para pagamento em cota única (à vista) ou a quitação da primeira cota será entre os dias 24 e 30 de janeiro, variando de acordo com os números finais da placa. Caso opte pelo pagamento à vista, o contribuinte terá um desconto de 3% no valor final.
O contribuinte que preferir dividir o pagamento do IPVA 2019 em três cotas, deverá ficar atendo aos prazos. O pagamento da primeira cota será entre os dias 24 e 30 de janeiro; o vencimento da segunda cota será entre os dias 21 e 27 de fevereiro e a terceira e última cota deverá ser quitada entre os dias 21 e 27 de março, de acordo com os números finais das placas.
Neste exercício, os contribuintes receberão em casa apenas uma correspondência, contendo a Guia de Recolhimento para pagamento em cota única (à vista) do IPVA 2019. Quem optar por parcelar o IPVA em três cotas, deve entrar no Portal da Secretaria da Fazenda (www.fazenda.pr.gov.br) e imprimir as guias de recolhimento.
O pagamento também poderá ser feito usando somente o número do RENAVAM nos bancos credenciados - Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento, Santander e Sicredi.
Nota Paraná

Para este ano 127.664 proprietários de veículos utilizaram os créditos do Nota Paraná para quitar ou reduzir o valor do IPVA 2019, ocasionando uma economia de mais de R$ 15,5 milhões aos bolsos dos contribuintes, valor 17,3% maior do que o registrado no ano anterior.
Os contribuintes que, mesmo transferindo os créditos do Nota Paraná, não conseguiram quitar o IPVA 2019 integralmente, receberão a Guia de Recolhimento com a diferença, que também poderá ser quitada à vista, aproveitando o desconto de 3% ou dividido em três cotas.
(Foto: Arquivo/ PMM)

Participe e comente