O presidente dos EUA, Donald Trump, acusou hoje, em sua conta oficial no Twitter, o ex-presidente Barack Obama e o FBI de terem "infiltrado um informante" para espionar sua campanha eleitoral.

Trump fez a alegação, sem apresentar evidências, após um tuíte de mais cedo em que classificou a investigação especial sobre possíveis laços entre sua campanha e a Rússia como "maior caça às bruxas da história" dos EUA.

Citando um ex-promotor federal que foi entrevistado nesta manhã pela Fox News, Trump comentou: "Andrew McCarthy diz, 'Provavelmente, não há dúvida de que eles tiveram pelo menos um informante confidencial na campanha.' Se for verdade, isso é maior do que o Watergate!".

Participe e comente