A primeira parte da histórica reunião do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, terminou há pouco, após 48 minutos.

O americano disse que está tudo correndo "muito, muito bem". Esta etapa da conversa com o norte-coreano foi presenciada apenas pelos tradutores oficiais.

Na sequência, Trump e Kim foram para um salão, onde se juntaram às delegações de ambos os países. Os diplomatas vão dar prosseguimento às conversas, com a presença dos dois líderes. A expectativa é de à 0h30 (de Brasília, 11h30 de Cingapura) as equipes almocem.

Trump disse a Kim que está muito ansioso para trabalhar com ele. "Trabalhando juntos, vamos resolver um grande dilema", afirmou o presidente americano, que está acompanhado do chefe de Gabinete, John Kelly, do secretário de Estado, Mike Pompeo, e do conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton.

Kim Jong-un respondeu a Trump dizendo que, apesar dos desafios, vai seguir trabalhando com Trump. "Acredito que trabalho conjunto é um bom prenúncio para a paz. Estamos hoje superando todas as especulações", disse o ditador norte-coreano.

Participe e comente