O prefeito de Ângulo (a 31 quilômetros de Maringá), Moisés Gomes da Silva (PP), morreu no início da noite de sexta-feira (23) após sofrer um infarte na casa onde residia.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Ângulo, vereador Rogério Aparecido Bernardo (PSL), o prefeito estava em casa com a família quando infartou por volta das 19h30. "O médico do município chegou a ir até a residência, mas nada pode fazer, pois o prefeito já estava sem vida", afirma Bernardo.

O corpo do prefeito está sendo velado na Câmara Municipal de Ângulo desde as 11h30, e seria sepultado no Cemitério Municipal às 18 horas. Ângulo decretou luto oficial de três dias, e, conforme o presidente da Câmara, a prefeitura agora deve ser assumida pelo vice-prefeito, Pedro Vicentim (PPS).

O prefeito foi eleito em abril de 2010, após vencer a eleição contra o administrador rural Antônio Cassalho Romano (PDT), por uma diferença de 10 votos. Silva fez 1.049 votos contra 1.039 de Romano.

Silva, que na eleição de 2008 foi eleito vereador, tornou-se presidente da Câmara e acabou assumindo a prefeitura devido à cassação do prefeito eleito Erivaldo Lourenço da Silva, o Valdo (PMDB), em janeiro de 2009. Era o administrador de um dos menores municípios do Paraná, com um orçamento anual de R$ 6 milhões, ou seja, cerca de R$ 500 mil por mês. Conforme dados do Censo 2010, Ângulo tem 2.859 habitantes

Nascido em Iguaraçu (a 30 km de Maringá), quando Ângulo ainda recebia os primeiros moradores, foi eleito vereador três vezes.

Participe e comente