A governadora Cida Borghetti recebeu nesta quarta-feira (13), no Palácio Iguaçu, representantes do Grupo de Estudos Interinstitucional sobre Igualdade de Gênero no Poder Judiciário e Ministério Público. Mônica de Azevedo e Ângela Khury entregaram à governadora dois documentos que tratam da garantia de políticas públicas de fomento à igualdade de direitos entre homens e mulheres e avanço das mulheres nos espaços de poder.

“Temos o dever em avançar nas políticas públicas de atenção às mulheres”, disse a governadora. A comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Audilene Dias Rocha; o promotor de Justiça, Olympio de Sá Sotto Maior,  e demais integrantes Grupo de Estudos Interinstitucional participaram da reunião.

A procuradora de Justiça, Mônica de Azevedo, explicou que um dos ofícios trata da garantia da representatividade igualitária de mulheres nos espaços de poder, como comissões, conselhos e bancas de concursos. O outro documento foi direcionado pelo Conselho Nacional de Justiça para a criação de uma lei que estabeleça e garanta a participação efetiva da mulher e a criação de políticas públicas igualitárias.

“Viemos pedir o apoio da governadora para garantir o espaço e a voz da mulher dentro do Paraná. As mulheres precisam conquistar esse espaço através do voto, da representatividade e da sua atuação nas esferas pública e privada. Ainda temos muito que avançar, mas, juntas, poderemos participar dessa transformação”, afirmou a procuradora.

Os ofícios, informou a governadora, serão enviados para análise da Casa Civil do Governo do Paraná.

Participe e comente