O ex-governador do Paraná e candidato ao Senado Beto Richa (PSDB), sua mulher Fernanda Richa e seu ex-chefe de gabinete Deonilson Roldo foram presos nesta terça-feira, 11. As ordens de prisão são da Justiça do Estado e foram cumpridas pelo Gaeco, do Ministério Público do Paraná. O casal será levado para o Gaeco. A investigação está ligada ao Programa Patrulha do Campo.

Além desta ofensiva, aliados de Beto Richa foram alvo de mandados da Justiça Federal do Paraná. Também nesta terça, Deonilson Roldo foi alvo de um mandado de prisão da Operação Lava Jato. A Polícia Federal deflagrou a Operação Piloto nos Estados da Bahia, de São Paulo e do Paraná.


Participe e comente