A modelo Mariana Goldfarb relatou um momento de tensão vivido no trânsito do Rio de Janeiro, quando foi ameaçada com uma arma na quarta-feira, 5.

Mariana estava indo fazer um trabalho no bairro de Ipanema, e o carro em que estava foi 'fechado' por outro veículo: "O motorista que estava comigo foi falar com o moço do lado: 'Cuidado porque assim você pode machucar alguém."

"O cara simplesmente abriu o vidro e apontou uma arma pra mim e disse que ia me matar."

"Várias coisas aconteceram em alguns segundos, mas uma coisa que aconteceu muito forte pra mim é que eu podia ter morrido, mas não tive nenhum arrependimento. Não passou nenhuma coisa na minha cabeça, 'você fez mal pra essa pessoa', ou então 'você não viveu sua vida bem, não foi legal'", refletiu sobre a situação.

Em seguida, brincou: "O que passou na minha cabeça foi: 'Tenho um trabalho pra fazer hoje, trabalho na faculdade, terapia, não dá pra morrer agora!"

A modelo ainda deixou uma reflexão a ser feita aos seus seguidores: "E você, se fosse morrer do nada? Pare pra pensar o que você faz da sua vida, como trata os outros, se você é feliz."

Mariana ainda ressaltou o fato de ter sido apenas a segunda vez em que viu uma arma em sua vida: "A primeira vez foi aqui em Ipanema quando eu fui assaltada, em julho."

Participe e comente