Primeira casa com um posto de abastecimento de Gás Natural Veicular (GNV) do Brasil, a residência do engenheiro João Barassal tem inúmeras soluções sustentáveis. Chamada por ele de "Smart Eco House", ela é localizada em Santana, na zona norte da capital.

O posto de GNV, localizado na garagem da residência, foi feito em parceria com a Companhia de Gás de São Paulo (Comgás). A bomba compressora - que mais parece um aquecedor comum - foi importada da Itália pela companhia e instalada na parede da garagem.

A rede de gás encanado teve de ser modificada: foi preciso aumentar a bitola de alguns canos e adaptar a tubulação. O processo todo demorou cerca de 45 dias.

O carro de Barssal, uma Fiat Strada 1.4, também recebeu um kit GNV chamado de "Geração 5".

Há dois cilindros de 7,5 m3³ cada, com autonomia total de cerca de 250 km. O abastecimento leva entre seis a dez horas. Em um posto normal, a operação demora apenas cinco minutos.

"Acoplo a saída ao bocal à noite e vou dormir. Ao acordar, já está pronto", conta.

Para aprender a usar o aparelho, Barassal passou por treinamento de um dia.

Uso múltiplo

O gerente de marketing Industrial e Transporte da Comgás, Ricardo Vallejo, explica que o gás natural tem utilização ampla. Pode ser usado no fogão, para o aquecimento de água e também para o abastecimento dos veículos. "Ainda é um equipamento conceitual, feito para demonstrar a tecnologia", diz Vallejo. A empresa deixará o compressor por um ano na casa de Barassal, tempo em que dados dessa experiência serão coletados. O objetivo é entender a viabilidade de implementar a tecnologia no País.

O NÚMERO
51 porcento
É a economia com o GNV ante a gasolina - em comporação com o etanol, ela chega a 41%

PARA LEMBRAR
O custo médio do quilômetro rodado com GNV é de R$ 0,15, enquanto com etanol é de R$ 0,28 e com a gasolina, de R$ 0,31, conforme os preços registrados no mês de agosto pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)


COMBUSTÍVEL. Carro com kit GNV . —FOTO: DIVULGAÇÃO

Participe e comente