A McLaren inaugurou sua primeira concessionária no Brasil esta semana, e vai vender no País toda a linha. A exceção é o superesportivo topo de linha Senna, cujas duas unidades destinadas ao mercado nacional já foram comercializadas (e serão entregues no ano que vem) - por valor em torno de R$ 8 milhões - e o Senna GTR, carro de pista limitado a 75 unidades.

Os McLaren mais simples são os da linha Sport Series: 570S Coupé, 570S Spider e 570S GT. Para eles, os preços ficam entre R$ 1,9 milhão e R$ 2,1 milhões, dependendo do nível de personalização que o cliente desejar. Eles têm motor 3.8 V8 biturbo de 562 cv de potência.

Da linha Super Series, está à venda o 720S, que traz um V8 biturbo de 4 litros e 710 cv. Os preços do carro vão de R$ 2,7 milhões a R$ 3,1 milhões.

América Latina

A concessionária da McLaren, localizada no bairro da Vila Olímpia, na zona sul de São Paulo, é a terceira representação oficial da marca inglesa na América Latina - já há operações no México e no Chile.

A representante da marca no Brasil é o grupo Eurobike, que tem concessionárias de outras marcas de luxo, como Audi, BMW e Land Rover. A expectativa da empresa é vender 20 modelos da McLaren no Brasil neste ano. Quatro já foram comercializados, e entregues aos novos proprietários (um 720S e três 570S, sendo um cupê e dois Spider).

Para 2019, o objetivo é vender 24 automóveis no País (dois por mes). Entre a encomenda e a entrega, o prazo é de três meses. No estoque, por enquanto, há apenas um modelo, um 570S Coupé verde.

Todos os McLaren têm garantia de três anos. Para realizar o serviço de manutenção, o time da Eurobike passou por treinamento no México. No caso do Senna, porém, a preparação ocorrerá na Inglaterra.


LUXO. Preços dos carros vão de R$ 1,9 milhão a R$ 3,1 milhões

Participe e comente