Opção pouco conhecida entre os utilitários de luxo à venda no País, o Lexus NX está de alma nova. A antiga versão com propulsor 2.0 turbo de 238 cv saiu de cena para dar lugar à NX300h, híbrida com um motor 2.5 a gasolina combinado a outro elétrico que, juntos, geram 197 cv. São duas opções: Dynamic, a R$ 229.670, e F Sport, como a avaliada, a R$ 260.990.

O modelo japonês manteve o visual "diferentão", marcado pela carroceria com ângulos e vincos pronunciados. As luzes de LEDs também chamam atenção e o carro é mais bonito ao vivo do que nas fotos.

Mesmo na opção de apelo esportivo, a palavra de ordem no SUV da Lexus é conforto. Os bancos são muito ergonômicos e recebem bem os ocupantes, que podem viajar por horas sem se cansar. O espaço interno é bom para até quatro pessoas, mas mesmo um quinto ocupante não será penalizado, graças ao assoalho plano na parte de trás do carro.

A opção F Sport traz itens como um enorme teto solar e bancos revestidos de couro com partes vermelhas, que reforçam o apelo esportivo. Ar-condicionado automático de duas zonas e central multimídia são equipamentos de série.

Em novembro

Mas a esportividade fica restrita ao visual. Se com o antigo 2.0 turbo o desempenho do NX já era um tanto morno, o da versão híbrida, mais fraca, é ainda mais conservador.

No uso urbano o Lexus se mostra ágil, mas não espere arrancadas vigorosas e as costas colando no banco. Rodando, o NX 300h é pura placidez.

Mesmo com o modo Sport ativado - que deixa as reações mais rápidas -, o utilitário tem reações um tanto lentas.

O câmbio CVT, que prioriza o conforto em detrimento da esportividade, colabora com isso. A boa notícia é que o silêncio a bordo é absoluto, mesmo quando o 2.5 a gasolina está em funcionamento.

A suspensão, bem ajustada, garante um rodar firme sem ser desconfortável. O NX não chega a ser um colchão sobre rodas, mas filtra de forma eficiente as imperfeições do pavimento sem, por outro lado, ficar muito solto em curvas.

Na prática, o Lexus é gostoso de guiar, mesmo sem ter um desempenho arrebatador. Além disso, por ser híbrido, o reduzido consumo de combustível é uma das vantagens do SUV. O NX rodou até 12 km com um litro de gasolina na cidade, de acordo com dados do computador de bordo. Essa marca é ainda mais positiva considerando que o Lexus pesa mais de 2.300 kg.

FICHA TÉCNICA
Preço sugerido: R$ 249.990
Motor: 2.5, 4 cil., 16V, gasolina e elétrico
Potência (cv): 194 a 5.700 rpm
Torque (mkgf): 21 a 4.200 rpm
Câmbio: Automático, CVT

PRÓS E CONTRAS
Prós: CONFORTO
Cabine é espaçosa e bancos, muito confortáveis. Silêncio a bordo agrada bastante.

Contras: DESEMPENHO
Conjunto híbrido e câmbio CVT deixam respostas lentas, mesmo na versão esportiva.

Participe e comente