Conhecer lugares diferentes, explorar novas culturas e estar com pessoas de outras etnias são alguns dos privilégios que as viagens são capazes de proporcionar. O mundo é repleto de variedades e possui atividades para pessoas com os mais diferentes gostos. Aqueles que possuem um espírito aventureiro e são mais adeptos às montanhas e trilhas, não podem deixar de conhecer o Nepal, país asiático em que está localizado o ponto mais alto da terra, o Monte Everest. Além de ser uma região predominantemente montanhosa, o turismo religioso e o patrimônio histórico também são questões bastante consideradas pelos turistas.

A região dos Himalaias, onde está concentrada a mais alta cadeia montanhosa do mundo, com mais de cinco mil metros de altitude, é um dos destinos mais buscados pelos alpinistas. Mas, esse não deve ser um impeditivo para aqueles que não são profissionais, já que nas regiões mais baixas do Nepal, a prática é possível até mesmo por iniciantes.

Considerado um país ainda em desenvolvimento, reúne 12 etnias e possui uma das maiores densidades demográficas, com uma população que ultrapassa 29 milhões de pessoas. A capital é também a maior cidade, Kathmandu, exatamente onde fica o maior atrativo da região, o Monte Everest, com 8.844 metros de altitude.

Visitado por turistas de todos os lugares, o território faz fronteira com a China, ao norte, e com a Índia, nas extremidades leste, sul e oeste. Além das trilhas e belas paisagens, o turismo religioso também é um dos pontos fortes. Acredita-se que o budismo tenha sido fundado na região em que hoje está localizado o Nepal, e que Buda nasceu na pequena cidade de Lumbini, há mais de 2,5 mil anos. Outros pontos possuem, inclusive, uma relevância histórica O Vale Kathmandu foi reconhecido pela Unesco, em 1979, como um patrimônio da humanidade, e é um dos principais pontos turísticos para os visitantes, pois reúne monumentos e edifícios com características artísticas e históricas. Também é o local onde está o templo budista Swayambhunath, considerado o mais sagrado do país. Para aqueles que se sentem atraídos pela fauna, o Parque Nacional Chitwan e a Reserva de Vida Selvagem Koshi Tappu também são grandes atrativos.

No que se refere à temperatura, o Nepal possui climas distintos, devido à topografia e às diferentes altitudes.

Mas, independentemente das variações, uma das épocas em que se deve ter atenção é a das monções, em que o vento muda de direção. Existem duas estações do ano em que isso ocorre, com características diferentes. No inverno, o ar seco do continente é levado para o oceano, enquanto no verão o ar úmido do oceano vai para o continente, momento bastante crítico, pois aumentam as possibilidades de tempestades, fenômeno que ocorre de junho a setembro


MAIS ALTO DO MUNDO. Pesquisas dão conta que o Everest continua a crescer 4 milímetros por ano

Participe e comente